Close

Blog

17 de fevereiro de 2021

Luz natural: entenda a importância de seu aproveitamento na arquitetura

Se você está procurando um apartamento para viver com sua família, é fundamental ficar de olho em questões importantes para não se arrepender da escolha. O aproveitamento da luz natural, por exemplo, é um ponto que deve ser prioridade, já que é tão relevante quanto uma boa ventilação ou a amplitude dos cômodos.

Sabendo disso, preparamos este post especial para falar sobre luz natural. Você sabe como a arquitetura pode valorizar esse recurso? E os benefícios dele para a sua vida? Descubra tudo isso a seguir!

Benefícios da luz natural

Antes de começar a discussão sobre luz natural, você deve saber quais os benefícios que ela proporciona para entender por que é tão importante priorizar essa característica em seu imóvel.

Primeiramente, podemos falar do mais óbvio: quanto melhor for o aproveitamento da luz solar em seu imóvel, menor será o seu consumo de energia elétrica durante o dia. Quando combinada com uma boa ventilação, então, esse consumo se torna ainda menor. Afinal, assim você depende menos de iluminação artificial e de ar condicionado ou ventilador.

A luz natural também é um fator de saúde física e mental. Lembre-se que a luz do sol é o que catalisa a produção de vitamina D no organismo humano, substância que está ligada ao fortalecimento dos ossos e prevenção de doenças. Estudos recentes indicam, ainda, que a deficiência de vitD pode ser um fator que leva ao desenvolvimento de depressão.

Além de tudo isso, ter acesso à luz natural em casa é um fator de bem-estar. Em ambientes claros, os seres humanos costumam ter mais disposição e bom humor. Consequentemente, moradores de apartamentos bem iluminados tendem a ser mais produtivos.

Como a arquitetura pode aproveitar a luz natural?

Depois de conhecer os benefícios da luz natural, você deve estar se perguntando como a arquitetura pode ser otimizada para utilizar melhor esse recurso. Sendo assim, saiba que há inúmeras formas de garantir o proveito.

Um bom planejamento de arquitetura prevê um estudo sobre o terreno para entender como ocorre a incidência da luz solar ao longo do dia. É graças a esse estudo prévio que é possível projetar imóveis com posicionamento nascente, que são os mais valorizados. Afinal, imóveis voltados para o poente costumam ser muito mais quentes e incômodos.

Com esse planejamento em mãos, também é possível fazer um projeto com bom posicionamento e tamanho das janelas, que são a principal via de entrada de luz solar nos cômodos de um apartamento. Por isso, tenha em mente que uma boa arquitetura não se preocupa apenas com o tamanho e organização dos cômodos, mas também com esses detalhes, que fazem toda a diferença.

Como avaliar?

Para verificar se um apartamento faz um bom aproveitamento da luz natural, a melhor dica que nós podemos dar é fazer uma visita! Com isso, você tem condições de verificar a quantidade de luz absorvida pelas janelas e se os ambientes são claros ou têm pouca incidência de claridade. Além disso, também é possível confirmar se o apartamento tem posicionamento nascente.

Agora que você já sabe por que deve valorizar a luz natural e como avaliar o aproveitamento antes de fechar negócio em um apartamento, que tal receber outros conteúdos com dicas sobre o mercado imobiliário? Assine nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *